Junta de Freguesia de Mirandela

Igreja da Misericórdia de Mirandela

A Igreja da Misericórdia de Mirandela situa-se na zona antiga de Mirandela e a sua construção, remonta a finais do século XVII, de estilo maneirista. Ernesto de Sales (1950, I: 241) refere que no ano de 1518, foi fundada a Casa da Misericórdia em Mirandela, tendo o primeiro templo sido construído nessa altura, na Rua da Ponte (hoje Rua Luciano Cordeiro).

Planta composta por dois volumes rectangulares, a nave e a capela-mor, sendo esta de menores dimensões. A fachada principal é dividida em três registos com três panos distintos. No primeiro registo foram rasgadas três portas de moldura rectangular, as laterais encimadas por frontões semicirculares, a do centro por volutas.

No segundo registo abre-se ao centro um janelão ladeado por dois nichos cavados na espessura da parede, com imagem dos fundadores da Ordem da Santíssima Trindade, São João da Mata e São Félix de Valois. O conjunto do frontispício é rematado por frontão com pináculos ao centro do qual foi colocada uma Pietá .

A nave única possui dois púlpitos de pedra lavrada e policromada, e quatro retábulos laterais, dois do lado do Evangelho dedicados a Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora do Rosário, e do lado oposto, o retábulo do Sr. da Cana Verde e o de Nossa Senhora dos Prazeres.
O retábulo de Nª Srª dos Prazeres e imagem provieram da primitiva Capela do Paço dos Távoras quando esta se encontrava em completo abandono após a desgraça que se abateu sobre os Távoras, acusados de tentativa de regicídio, em 1758 e posteriormente demolida aquando da abertura da Rua dos Távoras para a construção do Palácio da Justiça.

O arco triunfal, de volta perfeita, em pedra de granito, com pintura mural, possui motivos fitomórficos e marmoreados que ladeiam uma representação de Cristo e da bandeira da Misericórdia.

A capela-mor é coberta por abóbada de caixotões de talha dourada, e as paredes são decoradas com composições de pintura mural, reproduzindo silhares de azulejos e painéis de mármore.

Ao centro foi edificado no início do século XVIII o retábulo de talha dourada, com tribuna e trono, todo ele feito em obra de talha dourada, de um relevo trabalhosíssimo, em madeira de castanho, de estilo Barroco.

Altar este muito provavelmente mandado executar e doado pelo marquês António Luís de Távora, dada a influência de tais fidalgos, junto da corte, com vários membros da família provedores e irmãos da Santa Casa da Misericórdia de Mirandela, com custos muito avultados em que a Santa Casa nunca conseguiria comportar e ainda pelo facto de à mesma data este marquês que fez do Paço dos Távoras de Mirandela, a sua principal residência, ter o mesmo mandado construir a nova frontaria do Paço dos Távoras, também ela de estilo Barroco. Também este altar, terá sido projecto da autoria do Arquitecto da corte João Antunes. Entre outros altares que desenhou em várias Igrejas da época, destacam-se por analogia, os altares mor da Igreja do Santuário do Bom Jesus da Cruz de Barcelos e do Convento dos Cardães em Lisboa.

A Igreja, sofreu nestes dois últimos anos de 2015 e 2016, consideráveis e significativas obras de restauro, sob a responsabilidade e orientação do Arqtº António Figueiredo (Mirandelense).

Encontra-se classificada como de Imóvel de Interesse Público no ano de 1986.


  • Morada:Praça 5 de Outubro 19, 5370-284 Mirandela
Descarregue aqui a APP GESAutarquia,

© 2022 Junta de Freguesia de Mirandela. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia