Junta de Freguesia de Mirandela

Estação de Caminhos de Ferro / Linha do Tua

Estação Ferroviária de Mirandela, é uma gare da Linha do Tua, que serve a cidade de Mirandela, no Distrito de Bragança, em Portugal.

O lanço da Linha do Tua entre as estações de Foz do Tua e Mirandela foi inaugurado a 27 de Setembro de 1887, tendo sido organizado um comboio especial para a cerimónia, que foi acolhido na gare por uma grande multidão, composta por habitantes de Mirandela e da região em redor.

Este troço abriu à exploração dois dias depois, pela Companhia Nacional de Caminhos de Ferro.

 O primeiro chefe de estação em Mirandela foi Jerónimo Maria Cardoso.

 A construção da linha até Mirandela inseriu-se num período de grande desenvolvimento das linhas de via estreita em Portugal, iniciado na década de 1880, que também incluiu as linhas do Dão, do Vouga e do seu Ramal para Aveiro, do Tâmega, do Corgo, e do Sabor.

Ainda em 1897, o empresário Moses Zagury propôs a construção de um caminho de ferro de via estreita de Mirandela a Bragança, esta empreitada teve início nos finais de 1904.

Em 16 de Junho de 1905, a Gazeta dos Caminhos de Ferro noticiou que se previa para breve a inauguração do primeiro lanço daquela linha, até Quintela.

Com efeito, em 28 de Julho desse ano o governo autorizou a Companhia Nacional a abrir de forma provisória o primeiro tramo da linha além de Mirandela, mas que ia apenas até Romeu.

Este troço entrou ao serviço a 2 de Agosto de 1905.

A 17 de Outubro de 1905, entrou ao serviço o troço seguinte, até Macedo de Cavaleiros, tendo o primeiro comboio saído desta estação por volta das 8 horas da manhã, com destino a Mirandela.

O comboio chegou a Sendas a 18 de Dezembro do mesmo ano, a Rossas a 14 de Agosto de 1906, e finalmente a Bragança a 1 de Dezembro de 1906, completando a Linha do Tua.

Nos princípios do Século XX, a Companhia Nacional criou um serviço rápido de Bragança ao Tua, com paragens em várias estações, incluindo Mirandela; o objetivo era dar ligação ao Comboio Porto - Medina, que percorria a Linha do Douro no seu trajeto entre São Bento e a cidade espanhola de Medina Del Campo.

Em 1990, a locomotiva 9006 estava adjudicada ao depósito de Mirandela.

Na Década de 1990, iniciou-se o programa do Metro de Mirandela , que pretendia aproveitar parte do traçado da Linha do Tua para um sistema ferroviário ligeiro, tendo o primeiro troço, de Carvalhais até Mirandela, sido inaugurado em 28 de Julho de 1995.

Os serviços do Metro de Mirandela foram prolongados até à estação ferroviária do Tua em 21 de Outubro de 2001.

No entanto, em 22 de Agosto de 2008 foi suspensa a circulação dos comboios no lanço entre as estações de Cachão e Tua, devido à ocorrência de um grave acidente com a queda de uma carruagem no rio Tua ao quilómetro 6, vitimando três pessoas e ferindo mais duas.

A 26 de Março de 2010, um grupo de cidadãos enviou um pedido ao Instituto de Gestão do Património Arquitetónico e Arqueológico, onde foi proposta a classificação do troço da linha entre Tua e Mirandela como Património de Interesse Nacional, alegando a sua importância como uma componente única do património ferroviário português, e que estava em risco de ser alagada com a futura construção da Barragem do Tua. No entanto, este processo não teve seguimento, tendo sido arquivado pelo IGESPAR no dia 4 de Novembro desse ano, deixando assim a Linha do Tua de ter proteção legal.
Celebrou-se em Setembro de 2019 um Contrato de Comodato entre a IP e a Câmara Municipal de Mirandela, onde a Estação e os terrenos adjacentes passaram para o domínio da autarquia, obrigando-a a efetuar obras de requalificação no período máximo de 3 anos.
No final de 2020 concluiu-se a primeira fase da intervenção, com a reabilitação do Depósito de Água da estação.
Estas obras estão inseridas no Plano de Desenvolvimento Urbano e com um custo estimado de 2,2 milhões de euros, 85% financiados por fundos comunitários.
A segunda fase da empreitada dá inicio à requalificação do Edifício de Passageiros da Estação de Mirandela e tem uma duração prevista de 18 meses.
Este imóvel de elevado valor histórico e simbólico será reabilitado para ali funcionar a Casa das Artes e Cultura no piso superior, ficando patente uma exposição sobre a ferrovia e sobre a importância da Linha do Tua, no piso térreo.

  • Morada:Rua D. Afonso III Mirandela
    5370-000
Descarregue aqui a APP GESAutarquia,

© 2022 Junta de Freguesia de Mirandela. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia